Etiquetagem de pneus da UE

Como parte do Plano de Ação para a Eficiência Energética, a etiquetagem de pneus da UE foi lançada a 1 de novembro de 2012. A partir de então, os pneus de veículos a motor na União Europeia estão equipados com esta marcação e informam sobre o consumo de combustível, a aderência ao piso molhado e a classificação de ruído do respetivo produto. Compilámos todas as informações relevantes para si.

A etiqueta dos pneus está dividida em três categorias, as quais são avaliadas separadamente.

1. Resistência ao rolamento

A resistência ao rolamento de um pneu afeta diretamente o consumo de combustível do seu veículo. Quanto mais baixa a resistência ao rolamento, menor o consumo de combustível. A melhor classificação nesta categoria é a letra “A”, com a cor verde, enquanto um "G" vermelho é a classificação mais baixa. A letra "D" não está atribuída. De A a G, o consumo aumenta 0.1l aos 100 km por cada letra.

2. Aderência ao piso molhado

Com a aderência ao piso molhado, é avaliado o comprimento da distância de travagem em estradas molhadas. A classificação é entre "A" verde e "G" vermelho. No entanto, as letras "D" e "G" não são atualmente atribuídas. A classificação baseia-se numa velocidade de 80 km/h. De A a F, a distância de travagem aumenta com cada letra.

3. Emissão de ruído

A emissão de ruído é o volume de ruído que um pneu produz durante a condução. É dado o valor absoluto em decibéis. Os valores são divididos em três classes, representadas pelas linhas à direita do ouvido, na ilustração. Quanto mais negras forem as linhas, mais ruidoso é o pneu. Um nível de ruído contínuo superior a 80 decibéis pode causar problemas de saúde.

De volta ao topo